Instalação e manutenção de pisos laminados: tire suas dúvidas

Compartilhe:

Imagem retirada de https://www.abcdaconstrucao.com.br/blog/piso-laminado/instalacao-e-manutencao-de-pisos-laminados-tire-suas-duvidas

Os pisos laminados se destacam quando o assunto é praticidade na obra. São peças de fácil instalação e manutenção, além de serem conhecidos como “pisos quentes”, que preservam a temperatura ambiente em sua superfície. Uma ótima pedida para casas com crianças pequenas que brincam no chão, já que o piso laminado proporciona um bom conforto térmico.

Tipos de encaixe: Cola ou click?
O ponto de partida é a definição de qual piso laminado aplicar no ambiente. Atualmente, estão disponíveis no mercado os pisos com sistema de cola e click. Na primeira técnica, a cola é passada na parte “fêmea” da peça e encaixada à parte “macho” para garantir a fixação. A principal vantagem desse método está no baixo custo. Para realizar a manutenção ou substituição de réguas é necessário descolar o piso por completo.

Já no sistema de encaixe clicado, as emendas ficam quase imperceptíveis e o processo de instalação se torna ainda mais ágil. Quando surge a necessidade de substituição de uma régua, basta trocá-la de forma rápida e prática, inclusive, pode-se transferir o piso de um ambiente para outro sem prejudicar as réguas.

Avalie qual dessas opções se adequam melhor à sua necessidade e conte com nossos especialistas em caso de dúvidas!

Como instalar pisos laminados
Agora que você já conheceu algumas das principais vantagens dos pisos laminados, é hora de saber mais sobre a sua instalação. Como já mencionamos, praticidade aqui é a palavra de ordem! Sabia que é possível instalar até 40 m² desse revestimento em um só dia? Isso porque o processo é bem simples, dispensando o rejunte e o “quebra-quebra” de peças.

Antes de prosseguir com a instalação, é preciso aplicar uma manta que reduz a umidade, auxilia no isolamento acústico e na correção de imperfeições do contrapiso. Além da manta, outros materiais são essenciais para a correta instalação dos pisos laminados, são eles: cola (no caso dos revestimentos que contam com esse sistema de montagem), margem de perda (compre 10% a mais da metragem do seu ambiente e fique tranquilo caso ocorra algum acidente), perfil  (acessório que dá acabamento ao piso) e rodapé. Considere esses materiais ao planejar seu orçamento!

Os locais mais indicados para a instalação de pisos laminados são os quartos, sala e suítes. O uso desses cômodos após a instalação é imediato, ou seja, a família inteira já pode aproveitar para curtir o ambiente repaginado!  

Como fazer a manutenção de pisos laminados
Pisos laminados têm como ponto forte a alta durabilidade. Possuem alta resistência a riscos e possíveis quebras, e os fabricantes em geral oferecem boa garantia. Há opções de revestimentos hipoalergênicos, anti-cupins e até com tratamento antiestático que inibe o acúmulo de poeira.

A limpeza no dia a dia é simples, podendo ser feita apenas com um pano úmido. Produtos abrasivos como esponjas de aço não devem ser utilizados. Atenção: piso laminado e água não combinam! Caso a superfície esteja molhada, a recomendação é enxugar imediatamente e manter o ambiente arejado. Outra dica importante que garante uma durabilidade ainda maior, é evitar arrastar móveis pelos cômodos para evitar arranhões e riscos no piso.

Vantagens em escolher o piso laminado
As vantagens do piso laminado não param por aí. Com sua ampla variedade de cores, texturas e padrões, o piso laminado confere estilo e beleza aos ambientes. Nossa dica é assentar o revestimento sempre no sentido longitudinal, para associar o comprimento da régua com o comprimento do cômodo, gerando a sensação de amplitude nos cômodos. Para quem gosta de ousar na decoração, outra sugestão é lançar mão do piso laminado também na formatação de painéis e paredes.

Fonte: ABC da Construção