A massa correta garante qualidade no rejunte drywall

Compartilhe:

Imagem: Depositphotos

Os sistemas construtivos de paredes, forros e revestimentos em drywall conferem grande velocidade e racionalização às obras. O processo de montagem compreende as fases de marcação, estrutura, chapeamento e acabamento. Esta última etapa requer atenção especial e garante a qualidade final do sistema drywall.

Muitos aspectos que envolvem a finalização da obra podem ser considerados, mas dois devem ser ressaltados: a qualidade dos materiais utilizados e a mão de obra qualificada para execução do serviço.

No caso dos materiais, a atenção deve estar na utilização daqueles com finalidade específica, como as massas e fitas para tratamento de juntas, que são produzidas com tecnologia adequada. A Fita JT da Gypsum, por exemplo, está dentro da norma brasilieira, e possui microporos, o que permite contato direto da camada superior e inferior da massa para o acabamento perfeito. A boa execução do serviço depende de treinamento e profissionais qualificados.

A massa é material fundamental no tratamento de juntas e, neste quesito, é importante ter uma atenção especial nas características dos produtos disponíveis no mercado. Através de uma pesquisa com montadores brasileiros, a Gypsum observou que o tempo de secagem e o rendimento da massa eram qualidades importantes para estes profissionais. Foi então que nasceu uma fórmula campeã: a massa Gypsum 90, uma massa a base de gesso que seca em 90 minutos e permite economia de material, com alta qualidade no acabamento final.

No mercado é possível encontrar massas prontas, entretanto, o tempo de secagem é muito maior, sendo necessárias 6 horas para a secagem de uma demão. Com a massa Gypsum 90, há a possibilidade de realizar o tratamento da junta com apenas uma ou duas aplicações. A massa pronta requer de duas a três demãos, devido a uma maior retração do produto, pós-secagem. Há que se considerar também o peso que se leva para a obra. Neste caso, transportar um saco de 20kg de massa em pó para ser preparada com água na obra é mais prático do que o balde de massa pronta que pesa o equivalente a 30kg.

Na realização de uma obra, além de considerar a qualidade do produto, deve-se entender qual o material ideal para o tipo de trabalho a ser realizado com base no desempenho, no tempo de aplicação, no manuseio, no transporte e no rendimento. Uma boa avaliação preliminar permite agregar os melhores benefícios de cada produto, e combinar o que é mais valorizado pelos profissionais do mercado: economia e qualidade.

Fonte: Blog Gypsum